Ciclo de Estudos “Floresta e Mundo Rural: Património, Sustentabilidade e Saúde” 



O Ciclo de Estudos “Floresta e Mundo Rural: Património, sustentabilidade e saúde”, promovido pelo Centro de Estudos Regionais, no âmbito das atividades da sua Academia Sénior, decorre entre Janeiro e Junho de 2017.  
O Ciclo de Estudos “Floresta e Mundo Rural: Património, Sustentabilidade e Saúde” consiste num programa de conferências, visitas de estudo e atividades paralelas, focado na floresta, nos seus recursos e na relação com o espaço rural, visando-se a divulgação, discussão e aprofundamento do conhecimento desse património natural e cultural. Nesta edição, a oitava consecutiva, conceder-se-á particular atenção ao potencial económico e turístico da floresta e do mundo rural; às práticas que asseguram uma gestão sustentável, a proteção e conservação da biodiversidade; e à valorização do património cultural associado aos ecossistemas de montanha e à ruralidade, enquanto fator de desenvolvimento regional.  

26 de janeiro | Pedro Pereira e Mário João Braga - A sombra do tempo - contributos para a sustentabilidade do mundo rural através da valorização do património cultural.

9 de fevereiro | Hugo Novo - Pastoreio planeado para a prevenção de incêndios e gestão da biodiversidade e paisagem.

16 de fevereiro | Miguel Brito - Importância da matéria orgânica do solo para a sustentabilidade da floresta e da paisagem do Minho.

23 de março | José Raúl Rodrigues - O património vegetal da região minhota.

6 de abril | Carlos Fernandes - Repensar o turismo no contexto rural: desafios para a sustentabilidade

25 de abril | Mesa-redonda - Recursos do Sistema Agro-florestal do Minho, entre a tradição e a alternativa.

4 de maio | Andreia Pereira - A trilogia agro-silvo- pastoril da paisagem humanizada do vale do Lima: heranças histórico-culturais e dinâmicas atuais

25 de maio | Visita guiada | Paisagens excecionais do sector terminal do vale do rio Lima, incluindo visita à povoação do Cerquido, com a realização de parte do percurso pedestre do Lobo Atlântico; visita às aldeias de Vilar do Monte, Labrujó e Rendufe, com a realização de parte do percurso pedestre da Mesa dos Quatro Abades; visita à Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro dos Arcos.




https://sites.google.com/a/cer.pt/cer/home/Pintura_cartaz.jpg


Destine 0,5% do IRS à Cultura e apoie o Centro de Estudos Regionais

A entrega do IRS em 2017, referente aos rendimentos auferidos em 2016, é feita entre 1 de abril e 31 de maio de 2017, independentemente da categoria de rendimentos do contribuinte. Este ano, uma quota equivalente a 0,5% do imposto sobre o rendimento das pessoas singulares liquidado pode ser destinada, pelo contribuinte, a uma pessoa coletiva de utilidade pública que desenvolva atividades de natureza e interesse cultural. O Centro de Estudos Regionais integra a lista do Ministério das Finanças das instituições a quem pode destinar 0,5% do IRS, em 2017. Basta indicar na declaração de rendimentos o nosso NIF e assinalar corretamente no respetivo quadro. Apoie a Cultura e o CER!

https://sites.google.com/a/cer.pt/cer/home/IRS_2017.jpg


Academia Sénior do Centro de Estudos Regionais

A Academia Sénior é um projeto do Centro de Estudos Regionais que, de acordo com o ponto 2, do art.º 3º dos seus Estatutos, não tem fins lucrativos e colabora no cumprimento do objetivo principal da associação: “o estudo, a investigação, a defesa e a divulgação dos valores históricos, artísticos, antropológico-culturais, socioeconómicos, científicos e paisagísticos do Minho”.

Aberta à comunidade e promotora da formação ao longo da vida e de uma cidadania ativa, a Academia Sénior apresenta uma oferta formativa diversificada, com horários flexíveis e orientada por equipas habilitadas. Direcionada para os maiores de 50 anos, a Academia Sénior promove momentos de aprendizagem não-formal, que complementa com visitas de estudo, viagens e convívios, fomentando o encontro de gerações distintas, com formações académicas e perfis sociais e económicos diversos.

A Academia Sénior do Centro de Estudos Regionais é membro da RUTIS - Rede de Universidades da Terceira Idade e membro da Rede de Excelência das Universidades e Academias Seniores (2015-2016)

No presente ano estão ativas as seguintes áreas: Ateliê de Pintura, Oficina de Bordados, Clube de Fotografia, Canto Coral, Língua Inglesa, Língua Alemã, Clube de Leitura, Música, Informática, Chi Kung, Yoga, Teatro e Dança. Em breve, terão início a Partilha de Saberes e o Ciclo de Estudos.  


Evocação do embarque dos combatentes vianenses na Primeira Guerra Mundial

No próximo dia 15 de Abril (sábado), no Largo da Estação do Caminho de Ferro de Viana do Castelo, às 15.00 horas, tem lugar uma evocação do embarque dos soldados que combateram na Primeira Guerra Mundial, realizado no dia 15 de Abril de 1917. 

A evocação incluirá, entre outros momentos, a leitura de excertos das memórias do soldado Francisco Freire, residente na Areosa, conhecido por "o vinte e cinco", onde descreve a sua partida naquele dia. Há cem anos, este jovem Soldado Sapador partiu, acompanhado por outros compatriotas, da gare de Viana do Castelo para ingressar no Corpo Expedicionário Português. Francisco Freire, nascido em 1890, esteve presente no cenário europeu da guerra, nomeadamente na Batalha de La Lys, em 1918. 

A evocação contará ainda com a participação do Coro da Academia Sénior do Centro de Estudos Regionais. 

Esta singela homenagem aos soldados que participaram no primeiro conflito mundial é uma iniciativa do Centro de Estudos Regionais, contando com a colaboração de várias entidades e instituições locais, nomeadamente do Grupo Etnográfico de Areosa.   



O CER nas feiras do livro

O Centro de Estudos Regionais esteve presente na XXVIII Feira do Livro de Vila Nova de Cerveira (19 a 23 de abril de 2017) e na XXIV Feira do Livro de Ponte da Barca (17 a 21 de maio de 2017).

https://sites.google.com/a/cer.pt/cer/home/AS_foto_%C3%BAltimas%20inscri%C3%A7%C3%B5es.jpg

https://sites.google.com/a/cer.pt/cer/home/AS_coro.jpg



Última actualização: 30.05.2017